Project 365 – 006/365

Imagem

 

Nossa Senhora, que bagunça! Essa aí é uma parte da minha ‘área de trabalho’ aqui na bancada. Óbvio que não dá para trabalhar tanto assim em uma bagunça dessas. Preciso urgentemente arrumar isso.

Sem contar a dúvida sobre qual foto postar aqui. Tenho um monte de fotos que gostaria de postar, que torna difícil a tarefa de escolher apenas uma por dia.

Não tenho muita coisa para contar hoje. “Afinal, hoje é domingo, e domingo é uma m****” (PC Siqueira). Brincadeira… eu não acho o domingo tão ruim assim. Na verdade eu até gosto, porque diferentemente de muita gente, eu gosto da segunda-feira, o que torna os meus domingos menos piores que os domingos das outras pessoas. Porque o domingo só é chato se você odeia a segunda-feira, é essa a lógica da coisa.

Hoje acordei bem melhor que ontem. Talvez tenha sido por eu ter pego no sono por volta das 4:30 da manhã (lógico, se fosse da tarde seria 16:30). Não lembro que hora era quando eu resolvi colocar a tv no PPV, e estava começando o filme Chernobyl. Resolvi assistir desde o começo, já que na noite anterior eu passei pelo canal, e estava na metade do filme, exatamente em uma cena bastante tensa, o que me interessou, e ao mesmo tempo me deixou tensa também, porque eu não sabia o enredo da história. A história é legalzinha até, mas o enredo gera uma tensão desnecessária, já que mal mostra as criaturas que atacam os protagonistas (sorry for the spoilers). Só mostram de fato os cães raivosos soltos por Pripyat (mas de cães todos nós já estamos fartos de ver por aí, queremos é ver criaturas estranhas, pessoas animalizadas devido à exposição à radiação <- nem sei se isso existe, provavelmente não -, zumbis, monstros, fantasmas, extra-terrestres, essas coisas). Mas como eu já estou calejada de ver zumbis, por conta de The Walking Dead, eu diminui a minha tensão ao ver o filme ontem, porque interpretei todas aquelas criaturas como zumbis, e que a qualquer momento aparecia o Rick para atirar em todos eles (só assim eu fiquei calma durante o filme e consegui dormir depois dele). 

Estou um pouco enferrujada com relação a filmes de terror/suspense. Há uns anos atrás, eu frequentava a locadora de vídeo pelo menos umas 3 vezes por semana, e locava somente filmes de botar medo mesmo. Assim, fui pegando uma espécie de resistência a esses gêneros cinematográficos, a ponto de assistir sem maiores problemas o filme O Exorcista (filme que provoca sérias discussões aqui em casa, e meus pais condenam até o último segundo). Assisti o filme de manhãzinha, com as luzes acesas e a janela aberta, legendado e no mudo (assistir assim conta, não é? Eu assisti ué… não tem como falar que não). 99% do suspense dos filmes está na trilha sonora e nos efeitos sonoros, isto é um fato, e eu só usei-o a meu favor em O Exorcista. 

Só que de uns tempos para cá, devido à rotina agitada e cheia de aulas e coisas para fazer (e também pela minha crise financeira, que não me permite ir à locadora de vídeo toda semana), eu parei um pouco de ver filmes, sobretudo os de terror. O que me fez voltar a sentir aquele frio na barriga e a fechar os olhos em cenas mais tensas (coisa que eu jamais sentiria ou faria tempos atrás). Toda aquela resistência se esvaiu em decorrência da vida acadêmica. A vantagem disso é que o que parece tão assustador para muita gente lá na faculdade, para mim já não tem nem mais graça, aprendi a viver a vida acadêmica sem maiores problemas. 

Então, eu acordei bem esta manhã, fiz algumas tarefas domésticas, e fomos almoçar no shopping aqui da cidade (eu, papai *-* e mamãe *-* ). 

Depois de comermos, eu entrei nas Lojas Americanas, e me deparei com uma estante (ou sei lá qual é o nome daquilo) cheia de dvd’s de filmes. Comecei a vasculhar para ver se encontrava alguma coisa legal. Encontrei 6 filmes do meu interesse. Um deles era o filme Batman – O Cavaleiro das Trevas (não o que “Ressurge”), por meros 15 contos. No fim das contas, eu fiquei TÃO em dúvida sobre qual (quais) dos 6 dvd’s eu levaria, que não levei nenhum. 

Fomos andar no shopping propriamente dito e viemos embora para casa, quase debaixo de chuva. 

Agora estou cogitando assistir a algum filme, só não sei qual (se ao menos eu tivesse trazido um dos dvd’s, eu não precisaria cogitar tanto agora). 

Acabou de vez o assunto (estou há mais de 10 minutos pensando em algo para escrever aqui, e nada).

Então, por enquanto é isso..

(:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s