Project 365 – 054/365

Imagem

 

ROTINA E SAUDADES

Ando tão animada pra viver, que dá até gosto (notem na foto minha empolgação pra vida). 

Nada me incomoda mais do que ver que a minha vida caiu na rotina. As pessoas não sabem porque eu gosto tanto de estudar, gosto de ir para a faculdade, adorava ir para o colégio. Está aí o porquê: Porque nestes ambientes, nestas situações, não existe rotina. Cada dia é um novo dia, com novas coisas para aprender, com assuntos novos, acontecimentos novos, pessoas novas, e isso me anima, me faz querer viver. Agora, ir todo dia para o trabalho, seguindo sempre pelo mesmo caminho (meu pai não muda o caminho pra levar eu e minha mãe para o trabalho NUNCA), chegar na loja, fazer sempre as mesmas coisas, trabalhar, trabalhar e trabalhar, isso é muito deprimente. Sinto-me deprimindo a cada dia que passa. Graças às forças ocultas do Universo (porque não acredito em Deus, então jamais que eu falaria graças a Deus) só tenho mais uma semana pra ir na loja da minha mãe. Em março recomeçam as minhas aulas. Mesmo tendo uma aula aqui, e outra acolá na semana, será divertido encontrar os amigos, fazer novos amigos (nem acredito que estou dizendo isso, a pessoa que mais sente preguiça de fazer novos amigos querendo fazer novos amigos!? haha), aprender coisas novas, aproveitar os dias de forma diferente. Vai ser legal. Vai ser melhor. Mas enquanto isso não chega, me contento em encostar a cabeça nos meus braços entrelaçados e remoer as lembranças do passado, aquele passado em que eu fui feliz, fui feliz e não sabia (ou sabia, e de tanto saber, fez valer a pena, e agora sofre por não viver mais aquilo tudo). 

Sinto uma saudade enorme de certas coisas. Por exemplo dos tempos de colégio. Não sou dessas pessoas que relembram os tempos passados e dizem: “Se eu tivesse a mentalidade que tenho hoje, faria tudo diferente.” Eu não faria nada diferente, porque naquela época eu tinha a mentalidade daquela época, e fiz as coisas coerentemente com a minha mentalidade daqueles dias. Hoje olho para trás e sei que muita coisa eu poderia ter feito diferente, mas tenho consciência de que na época não era possível de ser feito assim, ou assado. É um modo simples de pensamento que evita que eu sofra com arrependimentos. E talvez o único arrependimento que eu poderia ter tido no tempo de colégio, eu consegui solucionar tempos depois, que foi o distanciamento de algumas pessoas que eram essenciais para mim. Depois de muito tempo reencontrei pessoas que eu jamais imaginei que reencontraria, e coloquei os pingos nos is. Tudo resolvido, sem arrependimentos, apenas lembranças. Lembranças boas. 

Por hoje é isso.

(:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s